Vasco da Gama: presidente revela desejo de voltar aos gramados

O Cornavírus parou praticamente todos os campeonatos pelo Planeta. O Vasco também parou completamente as atividades e deu férias aos jogadores. Um tempo, inclusive, para tirar um pouco da pressão sobre o time. Cabe lembrar que, até agora, a torcida ainda não teve a oportunidade de acompanhar o time com o novo treinador, Ramon Menezes, segundo informações do VASCONET.

Durante a pandemia, Abel acabou deixando o clube e sendo substituído pelo auxiliar técnico fixo do clube. De todo modo, o clube também não teve a oportunidade de jogar. Agora, após a volta de Grêmio e Internacional aos gramados, a expectativa era que o Vasco também voltasse. E não será assim.

Campello revela que voltará com segurança aos gramados

Segundo informação de Alexandre Campello ao Papo na Colina, o treinador deixou clara a intenção de não voltar agora aos gramados.

Os atletas estariam treinando em casa e com apoio de personal, o que estaria garantindo a situação física deles. Por outro lado, mesmo com a liberação da FFERJ, o clube sabe que, nem a Prefeitura e nem o Governo do EStado liberaram a volta.

Sendo assim, o posicionamento do  clube é seguir o que diz a autoridade sobre o assunto e, portanto, não haverá futebol no Vasco até a liberação oficial. E ainda, o ex-auxiliar Ramon foi efetivado como treinador, o clube terá Antônio Lopes como coordenador técnico, além de Júnior Lopes e Thiago Kosloski não serão apresentados agora à torcida.

 

Vasco demite funcionários

O Vasco, acabou demitindo cerca de 50 funcionários esta semana, por conta da crise causada pelo novo Coronavírus. O time ainda não voltou aos gramados e as receitas este ano ficaram ainda aquém das expectativas. Por conta disto, alguns departamentos foram extintos como o departamento paralímpico. Por outro lado, o Direto Mazzuco teve seu nome confirmado, ao menos, até o final do ano de 2020.

Cabe lembrar também que, o retorno ao brasileiro deve ainda demorar, já que os estaduais nem mesmo foram concluídos. Outra decisão polêmica foi a redução de salário dos jogadores. Não se sabe ao certo, no caso do Vasco qual foi a redução, mas Palmeiras e Santos anunciaram reduções que desagradaram os jogadores.

Redação

Pós graduado em jornalismo tenho mais de 5 mil artigos publicados na internet. Experiência em vários sites de notícias brasileiros. Morador de Formosa/GO, decidi criar o F7 para retratar a verdade nua e crua da cidade. Contato: hugo.reis@f7news.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *