Notícias

Ruas do centro de Formosa/GO estão dando lugar a comércios e população começa a ser ‘expulsa’ para outros bairros

Um movimento migratório da população de Formosa começa a ficar mais claro e o centro da cidade tem cada vez menos residências.

A população de Formosa/GO tem percebido um fenômeno importante nesta cidade que tem quase 200 anos. Com um paraíso ecológico bem ali, do lado, a cidade começa a viver um dos males da cidade grande. Dentre elas, por exemplo, o aumento do índice de criminalidade. Bairros periféricos são tomados pelo tráfico de drogas e o índice de homicídios só cresce.

Ao lado do Salto de Itiquira, a cidade de Formosa, que tem 115 mil habitantes e é a 9ª maior do estado de Goiás, ‘sofre’ com o crescimento. Lotes no centro da cidade estão cada vez mais raros e mais caros. Por conta disto, percebe-se também que a cidade vai ‘expulsando’ a população tradicional para bairros cada vez mais periféricos.

A rua Emílio Póvoa, por exemplo, que há cerca de 10 anos era apenas repleta de residências, agora só se vê comércio. São poucas as casas e os ‘resistentes’ de uma guerra contra a ocupação do espaço. Desde que uma grande hamburgueria se instalou no local, os comércios foram se espalhando ali, e hoje, até prédios estão sendo construídos na região.

Por que Formosa não tem mais espaços para residências no centro da cidade? 

Quem se afasta um tempo da cidade e depois retorna, encontra uma Formosa cada vez mais diferente. A situação a especulação imobiliária na região é tão clara que, em uma busca rápida pelas principais imobiliárias da cidade, trazem, por exemplo, imóveis de R$ 500 mil. E olha que Formosa ainda é uma cidade do interior. Mas qual o motivo desta corrida imobiliária?

Mesmo na crise, Formosa não parou. Com uma atividade agroindustrial forte e por conta da proximidade de Brasília, Formosa se tornou um excelente centro de negócios. A saída norte também acaba passando por aqui. Ao lado de uma importante BR, a BR020, que liga o Sul ao norte e Nordeste do país, a cidade virou um pólo central na vida dos caminhoneiros.

 

Tags

Hugo Reis

Pós graduado em jornalismo tenho mais de 5 mil artigos publicados na internet. Escrevo para a Blasting News, X1 News, F7News, 1 News entre outros sites de notícias brasileiros. Morador de Formosa/GO, decidi criar o F7 para retratar a verdade nua e crua da cidade. Contato: hugo.reis@f7news.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close